quarta-feira, dezembro 30, 2009

Alterações referentes ao Campeonato Nacional

Recomenda-se a leitura do Comunicado nº8 / 2009 da FPTA, onde realçamos as alterações que a FPTA pretende efectuar ao Campeonato Nacional de 2010.
Entre vários medidas a implementar pretende-se alterar o número de provas de participação obrigatória para classificação nos Campeonatos Nacionais de 5 para 6, participação mínima necessária para o apuramento em de cada disciplina (campo e sala).
Para apuramento do Campeão Nacional, com excepção dos seniores a classificação do Campeonato Nacional mantem-se pela soma das 3 melhores pontuações do nacional. O acesso à Final Four passará a fazer-se unicamente para o escalão sénior.

Uma das maiores alterações previstas será no segmento de Elite.
A participação em competições deste segmento passa a ser aberta a todos os arqueiros do escalão sénior, permitindo um maior acesso ao não ser necessário uma qualificação prévia, exclusiva aos 16 primeiros do ano anterior. Qualquer arqueiro sénior poderá agora participar neste tipo de competições.
Mantém-se o formato competitivo mas a distinção entre as provas de Elite e as provas Nacionais passará a ser feita pelo grau de exigência na organização competitiva, equipamentos utilizados, bem como no facto de existirem eliminatórias que darão o darem acesso à Final Four.
Tentando ajustar o sistema à realidade dos últimos anos o acesso às eliminatórias das Senhoras passa a ser apenas para as 4 melhores.

A inscrição e respectivo pagamento a passa a ser efectuado prova a prova, até até às 17 horas da 3ª quinta feira anterior ao fim de semana em que se desenrola a competição, sendo as mesmas enviadas para a FPTA acompanhadas do respectivo pagamento.
A FPTA prevê no entanto que quando se iniciarem as competições de Elite de Campo já esteja implementado o sistema de inscrições on-line sendo estas efectuadas obrigatoriamente por esta via.
Mantém-se a actual fórmula de atribuição de pontuações de acordo com a classificação das eliminatórias., no entanto, o acesso à Final Four passa a fazer-se pela soma das 4 melhores pontuações atribuídas, de acordo com a fórmula actualmente em vigor.

O comunicado fala ainda da separação entre as competições de adultos e as competições de infantis, da possibilidade dos arqueiros poderem nas provas locais de sala, optar por alvos triplos ou de 40 cm, do Novo modelo de eliminatórias para a Divisão Compound, implementação das Normas de Vestuário, entre outros assuntos de interesse para a modalidade.


1 comentário:

Pirralha disse...

Não percebo porque tem de haver uma regra especial para senhoras.
Não interessa qual é o panorama actual, se há 4 senhoras ou menos, porque afinal de contas está-se a trabalhar para serem mais, ou não?...